• contato@biosaprova.com.br
  • Seg a sex 7h - 22h | S√°b 7h - 17h

O que fazer nas férias escolares? Estudar ou descansar?

Julho é período de férias escolares, época para largar de vez os livros, viajar, festar e esquecer o vestibular no final do ano. Correto? De acordo com o coordenador pedagógico do Colégio Oficina do Estudante, de Campinas, professor Célio Tasinafo, não é bem assim. O ideal é que o vestibulando equilibre descanso com estudos.

O equil√≠brio pode ser posto em pr√°tica atrav√©s de um planejamento consequente e coerente com a realidade do estudante. O professor C√©lio cita um exemplo: se os pais v√£o ficar em f√©rias no final do m√™s, o estudante deve se planejar para estudar enquanto os pais ainda est√£o trabalhando e deixar o per√≠odo de f√©rias dos pais para descansar. ‚ÄúO equil√≠brio n√£o ser√° atingido com uma agenda ‚Äėaberta‚Äô, sem planejamento‚ÄĚ ‚Äď afirma o coordenador.

At√© mesmo vestibulandos da Universidade de S√£o Paulo (USP) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) podem ter seus momentos de lazer durante as f√©rias. Para C√©lio, n√£o √© porque o vestibulando enfrentar√° processos seletivos considerados mais dif√≠ceis e concorridos, que n√£o √© poss√≠vel descansar e viajar no recesso escolar. ‚ÄúEstudante cansado n√£o √© um estudante produtivo. Por isso, t√£o importante quanto o tempo reservado para estudos nas f√©rias, √© o tempo destinado ao descanso e conv√≠vio com a fam√≠lia e amigos‚ÄĚ ‚Äď completa o professor.

O que estudar nas férias?
Muitos estudantes t√™m d√ļvidas sobre quais mat√©rias estudar durante as f√©rias. Segundo C√©lio, o ideal √© que o estudante foque naqueles conte√ļdos em que possui mais dificuldades, mas que tamb√©m possa ampliar seus dom√≠nios. O coordenador pedag√≥gico alerta que n√£o √© hora de tentar aprender um t√≥pico e/ou tema que o vestibulando n√£o possui dom√≠nio algum, mas √© o momento de se dedicar √†queles conte√ļdos em que j√° se possui uma base e pode conseguir se aprimorar.

Outra dica é aproveitar as férias para ler as obras literárias exigidas para os vestibulares, como as da Fuvest e Unicamp. Os livros podem ser levados nas viagens e serem lidos nos momentos de descanso. No entanto, Célio Tasinafo alerta: começar a leitura e não termina-la é infrutífero e frustrante.

Fonte: vestibular.brasilescola.uol.com.br

Postado em: 08/07/2019